• Gomes Barcelos Advocacia

Como proteger as informações empresarias em tempos de home office? 7 medidas básicas de segurança.

O impacto da atual pandemia do coronavirus na sociedade e economia mundial é, ainda, incalculável. Diferentes formas de organização e trabalho estão sendo (re)visitadas. Por orientações de órgãos oficiais da saúde, e governos, empresas e profissionais autônomos têm se mobilizado por uma atuação remota - o trabalho em home office.


Apesar de importante e sensível medida de prevenção, é essencial que estejamos todos cientes dos eventuais riscos expostos em momentos de trabalho remoto. Isso, ao menos, quando falamos em outra espécie de vírus - aquela que atinge os dispositivos pessoais. Fato é que a “informação” constitui um dos ativos empresariais mais valiosos da atualidade. Por isso, a correta orientação de equipes e profissionais que passarão a exercer sua atividade em modo remoto se mostra essencial.


Diante do atual cenário, o Gomes Barcelos, escritório de advocacia especializado nas interseções entre direito e tecnologia, preparou uma série de orientações e cuidados básicos para esse momento.


Vale ressaltar que as orientações destacadas a seguir são medidas de fácil e rápida adoção pelas empresas, auxiliando no preparo das organizações que se depararam com essa necessidade repentina. Caso a situação perdure por extenso período, recomendamos a elaboração de um planejamento completo de segurança da informação. Sem mais delongas, seguem nossas sugestões:


1. Tenha como hábito o backup periódico de todas as informações e repositórios essenciais. Se possível, antes de qualquer acesso remoto às informações empresariais;


2. Instrua equipes e colaboradores sobre a importância de manter os sistemas operacionais e aplicativos atualizados, sempre de acordo com as versões oficiais, especialmente antivírus. Os releases geralmente contém atualizações de segurança, fortalecendo a proteção dos dispositivos;


3. Além disso, forneça materiais educativos sobre o perigo de acessos a links suspeitos ou desconhecidos, recebidos via e-mail, mídias sociais, ou clicáveis em anúncios. O phising, ato fraudulento de induzir vítimas a acessar links maliciosos, é uma das formas mais comuns de acessar vulnerabilidades pessoais e empresariais;


4. Periodicamente, é recomendado que senhas, especialmente as mais sensíveis - aquelas que dão acesso a e-mails e softwares utilizados pela empresa -, sejam renovadas. Aproveite o momento para instruir equipes sobre a importância da criação de boas senhas, sempre utilizando caracteres alfanuméricos e especiais;


5. Utilize uma VPN (Virtual Private Network) para que colaboradores possam acessar documentos da empresa e estabelecer a comunicação profissional com segurança. Essa é uma medida essencial, e uma solução que apresenta um alto custo-benefício;


6. Se a empresa fornece dispositivos de seu patrimônio, instrua sobre o seu correto e devido uso, com a vedação de utilizá-los para fins pessoais;


7. Caso esteja dentro das suas possibilidades, pondere a contratação de licenças de softwares antivírus a todos que realizam o trabalho remoto, ainda que em computadores pessoais. A minimização de riscos e vulnerabilidades compensa o investimento.


Em resumo, recomendamos que as empresas voltem sua atenção a processos e medidas que visem minimizar riscos do novo método de trabalho e reduzir vulnerabilidades. Contudo, é importante frisarmos, novamente, que a adoção e permissão do trabalho remoto em empresas é uma decisão que deve compreender uma série de medidas de segurança mais incisivas e restritivas, além de documentos e contratos essenciais.


O trabalho remoto é, inclusive, uma prática incentivada por nosso escritório, mas que deve ser planejada e executada com extrema responsabilidade, especialmente às vésperas da vigência da Lei Geral de Proteção de Dados e de uma mobilização global nesse sentido.


Por conta disso, o Gomes Barcelos recomenda, sempre, o pensamento conjunto de medidas e ações personalizadas, conforme a necessidade de cada empresa. É indispensável que os processos internos e o negócio como um todo sejam compreendidos durante a criação de um planejamento de trabalho remoto, para que os maiores riscos sejam mitigados. Esperamos que essas sugestões e orientações básicas sirvam como um alento às empresas que buscam continuar suas atividades com responsabilidade digital. Informamos que nosso escritório continua disponível em ambientes remotos, e-mails, bem como através dos telefones 51 3348.5805 ou 51 99686.4045.

Gomes, Barcelos Advogados Associados.

Todos os direitos reservados.

  • Ícone Cinza LinkedIn
  • Ícone Instagram Gomes Barcelos

mapa do site

/nossos fundamentos

/cápsulas de privacidade

soluções de segurança